jusbrasil.com.br
21 de Setembro de 2019

Papo sério: não caia no conto da causa ganha

A famosa causa ganha existe ou é um mito?

Alice Aquino, Advogado
Publicado por Alice Aquino
mês passado

Recentemente tenho notado a quantidade de pessoas que me perguntam se a causa é “ganha”. Acontece que se trata de um mito, que muitas vezes continua a ser propagado por pessoas que não tem a compreensão sobre o assunto.

Nós advogados somos uma PROFISSÃO DE MEIO, ou seja, somos os intermediários entre o cliente e o Judiciário (ou outro órgão extrajudicial), mas muitas pessoas acreditam que temos a obrigação que garantir a “vitória” da ação 🏆.

Pensei muito a respeito e notei que os médicos também passam pela mesma situação. Quando alguém está doente, sempre perguntamos para o médico quais as chances de cura no caso e quando o pior acontece, muitos culpam o médico, alegando que este não fez tudo o que era possível.

Profissões de meio não tem como (e nem podem) afirmar com 100% de certeza que tudo vai correr como a pessoa espera, não somos como um engenheiro ou programador que tem o dever de entregar algo pronto materialmente. Não temos como entregar o resultado final esperado sem depender de fatores externos. Seria desonesto de nossa parte alegar dar a certeza de algo que não depende apenas de nós.

Se o profissional que você consultar disser que sua causa é ganha, desconfie.

O advogado depende de uma série de fatores externos para que a ação seja julgada procedente, como o entendimento do magistrado que irá julgar, o conjunto de provas apresentadas, dentre outros. Sendo assim não é possível prever o futuro do processo.

De acordo com o Código de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil, prometer isso ao cliente é totalmente errado. O artigo 8º do referido Código prevê:

“Art. 8º. O advogado deve informar o cliente, de forma clara e inequívoca, quanto a eventuais riscos da sua pretensão, e das consequências que poderão advir da demanda”.

O dever do advogado é atuar com 100% de empenho e utilizar todos os meios disponíveis para defender os interesses do seu cliente, essa é a nossa função.

Para entender melhor sobre o assunto, fiz uma pesquisa sobre a quantidade de pessoas que busca no Google pelo termo “causa ganha”, o número me assustou, mais da metade das pessoas acreditam que existe vitória certa em seu caso e o advogado deve garantir a "vitória" da ação.

Infelizmente muitos profissionais garantem tal expectativa do cliente e fazem exatamente o que este pede. Isso é como uma pequena ruptura no direito da pessoa, porque o advogado é quem determina a estratégia a ser usada e se utilizar da estratégia errada pode trazer graves consequências.

O correto em todos os casos é procurar um advogado de confiança e se possível, que seja um especialista no problema, pois o acompanhamento será feito por alguém que entende da complexidade jurídica da questão e vai lhe informar a realidade a respeito dos riscos da demanda.

Se o profissional que você se consultar lhe “garantir a causa”, pense bem antes de contratá-lo, pois está fazendo falsas promessas que futuramente podem lhe trazer graves prejuízos. Sabe aquela história de trocar seis por meia dúzia? Recomendo não arriscar.

⚖️

Se esse artigo foi útil para você, curta, compartilhe nas redes sociais para que outras pessoas também tenham acesso a essas informações.

⚖️

Fique a vontade para comentar suas dúvidas ou sugestões. E para ter acesso a mais conteúdo de Direito Civil sem juridiquês é só acessar: www.aliceaquino.adv.br, onde trato de diversos assuntos que podem lhe interessar.

6 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Infelizmente não é o que ocorre com alguns profissionais, que teimam em usar este argumento para conquistar o cliente. continuar lendo

Realmente acontece na prática, infelizmente. continuar lendo

Ótimo Dra. Alice, vejo isso acontecer muito.....as pessoas pensam que depende só da gente e porque está na Lei será causa ganha.... ahhh, se isso fosse verdade!
O profissional que promete isso deveria levar uma surra do cliente quando perder...kkk (brincadeira); mas ninguém obriga ninguém a mentir ou se vangloriar para conseguir uma causa!
Enfim; obrigada por postar.
Terei prazer em curtir e compartilhar lá na minha fã page Diário de Conteúdo Jurídico.
Abraço
Sucesso continuar lendo

Dra., estou muito contente que tenha gostado do artigo, acompanho os seus há anos e adoro. Infelizmente quando sou sincera e os clientes correm kkk Mas prefiro ser honesta, pois não me tornei advogada para passar a perna nos outros. continuar lendo

Adorei o artigo, parabéns. Infelizmente não é raro nos depararmos com essa situação. Muitos clientes querem contratar o advogado apenas após ouvirem que a causa é ganha. Mas de forma alguma prometo isso. Nunca se sabe o que poderá acontecer no curso processual. continuar lendo

Obrigada pelo feedback Dra.! Realmente eu também penso no futuro, não quero complicar a vida de alguém. continuar lendo