jusbrasil.com.br
21 de Setembro de 2019

O que significa ser jovem advogado na atualidade

Já adianto, desistir não faz parte do roteiro

Alice Aquino, Advogado
Publicado por Alice Aquino
há 2 meses

Não é fácil definir o significado de ser jovem advogado, com tantas incertezas, dificuldades e aprendizados diários, talvez seja mais fácil definir física quântica ou qual a velocidade da luz.

Sabe aquela brincadeira de escolher o que iria ser quando crescer? Eu nunca escolhia ser advogada. Nunca escolhia a profissão de advogada porque eu escutava as pessoas falando que nenhum advogado era honesto, que todos roubavam seus clientes, dentre outras frases. Sendo assim, no meu pensamento, essa era a última opção a ser escolhida.

Esse cenário na minha cabeça só mudou quando tive contato com a profissão no meu primeiro estágio, antes mesmo da graduação. Ali descobri que existem pessoas honestas na profissão e que na verdade, em qualquer profissão existem pessoas desonestas. O importante é não generalizar.

Quando me tornei advogada entendi que praticamente todos os dias, as emoções seriam como as que sentimos ao ir no brinquedo mais assustador do parque de diversões, porque tudo é inconstante na advocacia, ou seja, o brinquedo sobe, desce e gira constantemente.

Na realidade não existe mais aquele modelo de advocacia de antigamente que permeia a cabeça de algumas pessoas, em que o advogado tem um escritório próprio com uma mesa de carvalho e uma ampla prateleira de livros na parede e os clientes simplesmente aparecem.

O jovem advogado da atualidade é a definição de persistência, não importando a idade do profissional. Lidamos com um mercado de trabalho defasado e com baixos salários, com a alta competitividade em razão do número de profissionais atuantes, pressão por parte dos familiares, concursos com alto grau de conhecimento requisitado e milhares de concorrentes, além de ter que lidar com a satisfação pessoal.

Quando iniciamos na profissão, encontramos aos montes cursos "milagrosos" que prometem nos ensinar como ser advogado e atrair clientes. Entretanto, nenhum deles ensina a vivência, os tropeços, as derrotas, as glórias, as frustrações e principalmente, que o sucesso é uma definição pessoal.

Depois de formada levei meses até entender que não importa o quanto o mundo diga não para mim, a busca do sim é minha e que a grama do vizinho não é mais verde do que a minha. Cheguei a me sentir culpada e me vitimizar por conta das situações externas, elas existem claro, mas aprendi que elas não são a parede a minha frente, e sim os tijolos emocionais que devo tirar do meu caminho.

Analisando o percurso que percorri, percebi que já tive minhas conquistas, além de clientes que reconhecem meu trabalho, esses são os motivos para continuar. Como um professor da graduação me dizia: Você é audaciosa. Essa frase foi a melhor coisa que alguém já me disse, porque esse é o conselho que deixo para outros jovens advogados que estão com dúvidas e frustrações em suas carreiras. Ser jovem advogado significa ser persistente e audacioso.

6 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

"Entretanto, nenhum deles ensina a vivência, os tropeços, as derrotas, as glórias, as frustrações e principalmente, que o sucesso é uma definição pessoal".

Eis o grande trecho. Experiência não se compra, se vive. E é na caminhada que se faz um bom profissional. Continue firme! continuar lendo

Obrigada Dr.! Seguimos a caminhada. continuar lendo

Excelente artigo colega! Reflete com leveza a realidade do jovem advogado. Sucesso na sua carreira! continuar lendo

Obrigada Dra.! Tento trazer assuntos de forma leve mesmo, de dura já basta a vida rs continuar lendo

Adorei o texto, Alice!

A persistência é realmente uma palavra-chave em tudo o que a gente se propõe a fazer, seja advogar, estudar, passar num concurso público ou abrir um negócio.

Ótima reflexão para uma segunda-feira! Haha!

Abraços! continuar lendo

Esse elogio vindo de Pedro Custódio vale muito kkk
Obrigada por sempre dar essa força para nós, é muito importante saber que outros advogados são solidários e prestativos com os iniciantes. continuar lendo